O crescimento do mercado Mobile

Neste artigo vamos analisar como o crescimento do mercado de dispositivos móveis (mobile) está revolucionando a forma como utilizamos da tecnologia nos dias atuais e como isso afeta outras áreas comerciais.

Cenário Mobile

O uso de dispositivos móveis vem crescendo consideravelmente nos últimos anos, impulsionado por uma série de acontecimentos da tecnologia como ascensão de redes socais (um dos principais fatores), a mobilidade dos dados entre outras.

Os dispositivos móveis hoje representam bem mais que um simples celular, que agora são mais conhecidos pelo termo Smartphone  que hoje tem tudo para revolucionar a forma como uma pessoa interage com outra ou como organiza seus dados e consequentemente sua vida. Vale salientar que como qualquer outra novidade tecnológica, temos que nos atentar para utilização para que a tecnologia não domine nosso lado humano.

Alguns exemplos da importância que isso tem para sociedade como um todo é a questão da colaboração dos usuários com apps, serviços online, ou até mesmo na hora de trocar informações como duvidas ou questionamentos. Hoje temos praticamente uma suite de soluções para situações comuns na internet, pronta para receber a sua situação/problema e com ajuda de usuários (nem todos os serviços são colaborativos, mas de fato satisfazem o usuário), tentar dar uma solução. Claro que tudo isso é possível com a advento das redes sociais como Facebook, que praticamente estabelece um padrão do que é uma rede social, ou Linkedin, que detém esse padrão, mas o mais legal disso tudo é que aprendemos a nos relacionar online (ou estamos aprendendo).

O mercado mobile no Brasil e no mundo está crescendo muito rápido e hoje é muito comum você ver pessoas utilizando Smartphone em todo tipo de lugar, pois existe uma necessidade de permanecer constantemente conectado as suas redes sociais, seja ela qual for, a seu app de mensagens preferido, ao seu e-mail em tempo real, entre outra série de serviços disponíveis para mobile. No mesmo ritmo cresce o mercado de mídias sociais e marketing que trabalha todo vapor para prover soluções (malucas ou não) para esses usuários que aderem a “uma vida mais moderna”.

Um exemplo que temos em São Paulo (e não deve ser diferente no resto do país) em relação ao crescimento do mercado mobile é que a maioria das pessoas não possuem um PC em casa, e sim um Smartphone ou Tablet que acessa a internet através de planos de dados de operadoras ou redes wi-fi publicas (a favela da rocinha no Rio de Janeiro tem um projeto financiado pela Tim que prove acesso wi-fi gratuito).

Vamos analisar algumas estatísticas para entender os números que representam esse mercado e os serviços vinculados.

Dados sobre o crescimento do mercado Mobile no Brasil e no Mundo

Previsões comparativas

  • Pesquisas via mobile cresceram 500% nos últimos 2 anos.
  • Em maio de 2012, 10,11% de visualizações em website vinham de dispositivos móveis.
  • Em 2011 45% da população mundial já tinha acesso a conexão 3G.
  • Em 2005 a venda de desktop estava em torno de 200 mil unidades enquanto de Smartphones, 50 mil. 7 anos depois as vendas de Smartphones e tablets juntos ultrapassam 2x o número de Desktops vendidos.

Mercado Mobile

  • 7 bilhões de pessoas no mundo. 5,1 bilhão de pessoas possui celular, mas somente 4,1 bilhão possui escova de dente.
  • Em alguns países existe mais celulares com contas ativas do que habitantes.
  • Uma pessoa responde um e-mail em cerca de 90 minutos, uma mensagem de texto é respondida em no máximo 90 segundos.
  • Existe mais celulares do que TVs no mundo.
  • De acordo com o Facebook mais de 350 milhões de pessoas (44%) acessam a rede através de celulares.

Acesso a internet

  • 20% do acesso mundial a internet é feita através de Smartphones, e esse numero deve aumentar para 84% entre 2013 e 2014.
  • 32,7% da população mundial está na internet. Isso representa um crescimento de 528,1% desde 2000.
  • 75% das pessoas já marcou presença online as 9 horas da manhã.
  • Pelo mundo, pessoas tem mais acessos a planos de celulares do que acesso a eletricidade e agua encanada.
  • 9 em cada 10 pesquisas via mobile geram ação como ligar ou visitar uma empresa, compartilhar informação, gerar comentário ou efetuar compras online.

Mobile Shopping

  • 1 em cada 3 usuários de Smartphones utilizam seu aparelhos para comprar.
    • 61% buscaram produtos nos últimos 6 meses.
    • 37% avaliaram preços nos pontos de compra.
    • 45% utilizaram aparelhos para checar preços em lojas.
  • Muitos consumidores estão efetuando pagamentos direto de seus aparelhos móveis.
    • Em um grupo de pessoas de 18 a 24 anos, 53% efetua pagamento com aplicativos mobile (como o Google Wallet) e 58% adquirem produtos ou serviços via mobile.
  • Uma pesquisa feita pela comScore’s identificou que muitas lojas estão focando não na venda de seus produtos (o que é uma consequência) via mobile e sim na localização de seus pontos de venda.
    • Consumidores que efetuam buscas de produtos ou serviços por celular acreditam nos resultados de busca que são baseados em sua localização.
    • Consumidores tem mais fé na pesquisa por local do que qualquer outro tipo de pesquisa.

Aplicativos Mobile

Prós:

  • Visibilidade em da sua marca em um app voltado apenas para ela.
  • Possibilidade apresentar todos os serviços e soluções do seu negócio em um único lugar com diversas maneiras de interagir com o usuário.
  • Essencial para quem deseja atingir todo publico alvo da empresa.

Contras:

  • Muitas empresas desenvolvem aplicativos apenas para algumas plataformas de celular, o que é comum com o iOS e agora Android (devido a popularidade do sistema).
  • Empreses perdem consumidores por não atenderem as expectativas em relação a app disponíveis para sua plataforma móvel, o que é muito comum com usuários do Windows Phone e BlackBerry.

Com esses dados começamos a entender a real importância e utilidade dos dispositivos móveis hoje presentes no mercado e como eles mudam a forma como nos relacionamos com tecnologia.

Felizmente essa revolução ainda está no começo, então podemos esperar muitas revoluções em curtos espaços de tempo em relação aos dispositivos móveis e suas funcionalidades.

Qualquer duvida, encaminhe um comentário.

🙂